Resinorte

16 Março 2011 - 01:00:00

De 21 a 24 de Março
"RESINORTE ASSINALA O DIA MUNDIAL DA ÁRVORE E DA FLORESTA"
COM ESPETÁCULO DE FANTOCHES

 

Na próxima segunda-feira, dia 21 de Março, a RESINORTE S.A. assinala o Dia Mundial da Árvore e da Floresta com um conjunto de espetáculos de fantoches que vai percorrer alguns dos municípios da sua abrangência até quinta-feira, dia 24 de Março.

Dois mil alunos irão poder assistir a “Fantoches que contam histórias com história”, um espetáculo do Centro de Criatividade da Póvoa de Lanhoso (CCPL) que pretende retomar a tradição ancestral dos bonequeiros ambulantes que percorriam vilas e povoados com seus mágicos fantoches a contar histórias do imaginário fabuloso.

Neste espetáculo, com duração de 45 minutos, as marionetas interpretam personagens de contos do imaginário da História de Portugal, adaptadas à mensagem que se pretende transmitir numa data em que se assinala o Dia Mundial da Árvore e da Floresta.

 

PROGRAMA

Dia 21 de Março

09h00 | Famalicão - EB1/JI de Cruz - Rua da Escola, 295

4770-198 Cruz – Vila Nova de Famalicão

11h00 | Guimarães - Infantário Nuno Simões

Rua Dr. Roberto Carvalho – 4810-284 Guimarães

14h00 | Santo Tirso - Jardim Escola João de Deus

Rua Sacadura Cabral, 4780-422 Santo Tirso

 

Dia 22 de Março

09h00 | Celorico de Basto - EB1 Souto – Souto

Ribas – 4890 Celorico de Basto;

10h30 | Amarante – Cinema Teixeira Pascoaes

Largo de Santa Luzia – 4600-035 Amarante

14h00 | Amarante – EB1 Vila Caiz

EM 509 – 4600-785 Vila Caiz Amarante

15h00 | Amarante – EB1 Vila Caiz

EM 509 – 4600-785 Vila Caiz Amarante

 

Dia 23 de Março

09h00 | Boticas – Auditório da Câmara Municipal de Boticas

Rua 5 de Outubro, 5460 Boticas

11h00 | Boticas – Auditório da Câmara Municipal de Boticas

Rua 5 de Outubro, 5460 Boticas

14h00 | Chaves – Auditório do Centro Cultural de Chaves

Largo da Estação – 5400-231 Chaves

 

Dia 24 de Março

14h30 | Santo Tirso - EBI S. Martinho do Campo

Rua da Escola Secundaria, 4795-468 S. Martinho do Campo

15h30 | Santo Tirso - EBI S. Martinho do Campo

Rua da Escola Secundaria, 4795-468 S. Martinho do Campo

 

Ficha Técnica do Espetáculo:

FANTOCHES QUE CONTAM HISTÓRIAS COM A HISTÓRIA

Espetáculo do Centro de Criatividade -Póvoa de Lanhoso

 

Texto e Encenação: Moncho Rodriguez

Criação da Cenografia/Figurinos: Moncho Rodriguez

Música: Narciso Fernandes

Elenco: Armando Luís; Sofia Lemos; Vânia Silva; Roberto Moreira

Produção Executiva/Direção de Cena: Tânia Cardoso

Administração: Olga Sousa

Técnicos: Hugo Silva; Miguel Marques; Vítor Cruz

Construção das Marionetas: CCPL

Costureiras: Marília Martins; Lurdes Dourado

Vídeo e Imagem: Sara Lemos

 

ARGUMENTO DRAMATÚRGICO:

 

Apareceu um dia, num tempo quando o tempo ainda tinha tempo de no tempo contar histórias sobre outros tempos, um homem velho, um contador de contos, que conhecia muitas e muitas lendas sobre o Castelo de Lanhoso.

Todos os contadores de contos, entusiasmados pela narrativa do fabuloso, acabam sempre por envolver-se de tal forma com a sua própria invenção, que ela, inevitavelmente, é vivenciada como se verdade fosse e, se não é, assim o parece. É isto que acontece com NINGUÉM; personagem que aparece todas as noites, ali pertinho do Castelo de Lanhoso, e conta fabulosas histórias como aquela que ele próprio viveu quando Dona Teresa, Rainha de Portugal, foi cercada em Lanhoso pelas tropas da sua irmã Urraca. Nessa história conhecida e guardada pela própria história da História, aparecem outras histórias, que a História, a dos livros, não conta... Mas, essas histórias existiram e as personagens que ficaram esquecidas por não serem nem nobres nem ricas, também existiram. Foram elas que ajudaram a Rainha a livrar-se de um cerco que, se não fossem essas outras personagens, as que ficaram esquecidas, a História podia ser outra história.

Alguém já ouviu, por acaso, falar da Bruxa Zulmira no cerco de Lanhoso? E de Eusébio ou Gregório, lavradores espertos que furaram o cerco e mudaram o curso da história? Alguém, alguma vez, lembrou-se de Torta? Sim, a cozinheira de Dona Teresa? E de Berta? Uma velha do povo muito esperta, que descobriu um feitiço que queriam fazer à Rainha Teresa? Pois, claro que não! Ninguém nunca ouviu falar em tão importantes pessoas, só porque elas eram gentes do povo. Mas como foram elas, personagens muito, muito mesmo, importantes para que a história fosse o que hoje se conta como história, resolvemos revelar suas histórias e aquilo que elas conseguiram fazer para salvar o seu povo.

Tudo isso o devemos a NINGUÉM. Sim senhores! Sem a memória desse fabuloso contador de contos e histórias, nunca íamos saber como foi a verdadeira história do cerco de Lanhoso. E é isso que agora, neste espetáculo, FANTOCHES QUE CONTAM HISTÓRIAS COM A HISTÓRIA, vamos finalmente revelar, para que o mundo possa render homenagem aos seus verdadeiros heróis.

Aprende a separar

Fale Connosco

Concurso de Natal

Arquivo de notícias

Links de interesse